Claudia Leitte
Claudia Leitte

Login Contratante

Claudia Leitte

Login Fãns

Claudia Leitte fala sobre os bastidores do novo single “Balancinho” e adianta planos para o carnaval 2019

07/11/2018

Portal pop line

“Balancinho, Balancinho, cabeça, cintura, joelho e quadril!” Refrão fácil e que fica na cabeça desde a primeira vez que você escuta. Uma música daquelas, que quando a gente ouve já pensa em uma multidão dançando, com todo esse swing pelos circuitos do carnaval de Salvador. E foi assim mesmo que Claudia Leitte escolheu seu novo single! Em uma conversa com o POPline, a cantora contou algumas curiosidades por trás de “Balancinho”, seu abre-alas do verão, e ainda adiantou alguns planos para o seu carnaval 2019, que terá a Amazônia como tema central.

“Balancinho” chegou nas plataformas digitais à meia noite de hoje e já chegou ao topo do iTunes Brasil. Quatorze horas depois seu clipe estreou na TV aberta e no YouTube, onde até o momento as visualizações já passam da marca de 53 mil. Essa adrenalina do lançamento é algo que alimenta Claudia Leitte enquanto artista. “Gosto de ver o circo pegar fogo haha Tou adorando tudo isso, eu adoro essa período de estreia, onde todo mundo fica tenso para ‘ver o bebê nascer’. Me divirto o tempo inteiro e o feedback é imediato. Eu já sou ansiosa, mas nessa época eu fico ainda mais,” contou.O single é novinho, mas o swing nos remete a velhos conhecidos, como “Taquitá” e “Baldin de Gelo”, dois grandes sucessos da cantora. Entretanto, ela garante que esta escolha não é feita de maneira consciente e a música precisa “bater”. “Eu gostei da música e acho que isso é o principal. Para eu ‘comprar’ a história toda, eu preciso estar envolvida. Isso é da minha natureza, preciso curtir a música. Depois disso, a gente partiu para o pensamento mais pragmático, mas foi tudo muito natural, do tipo ‘te amo e quero você’. Me apaixonei pela música. […] Ela é uma composição de Duller com produção de Cabrera. Duller é um dos compositores de ‘Largadinho’ e Cabrera assinou ‘Baldin de Gelo’. Cabrera é gringo, é latino, então ele respira esses bases… Eu já venho colhendo esses materiais mais latinos há um tempo e com ele fica ainda mais evidente.”“Balancinho” nasceu na Bahia, como nos contou Claudia, e não poderia ser diferente. A música tem cara de Bahia e ainda traz em seu refrão os comandos para uma coreografia simples, traço característico da axé music. Sobre se manter conectada com suas raízes, Claudia explicou: “Às vezes a gente dá uma viajada, a gente se permite muito. O próprio axé permite essa variação e versatilidade, mas as raízes são importantes e a raíz da música baiana é simples. É música para todo mundo e o carnaval é democrático. Não importa para onde você veio e nem para onde você está indo, é só seguir o fluxo e vai dançando…”.

Compartilhar

Voltar